Banks24.us

Piracema começa, pesca fica proibida e fiscalização aumenta em Piracicaba

Começa neste domingo (1) e vai até 28 de fevereiro de 2016 a proibição da pesca devido à piracema, que é o período em que os peixes sobem o rio para reprodução. A Polícia Militar Ambiental informou que vai intensificar a fiscalização na região de Piracicaba (SP), com operações em barcos e outras ações.

Uma série de restrições é prevista em resolução do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama). Entre as atividades proibidas durante a piracema estão a captura, o transporte e o armazenamento de espécies nativas das bacias dos rios.

A proibição vale para peixes ornamentais e de aquários. Também fica vetada no período a pesca subaquática ou com uso de qualquer tipo de plataforma flutuante.

O descumprimento das normas ambientais pode gerar multas e até detenção. As penalidades podem chegar a R$ 50 milhões e variam de acordo com a quantidade de peixes apreendidos e os métodos utilizados para a captura das espécies.

Nos casos em que a pessoa é flagrada ao pescar com vara, a penalidade por

infração administrativa é de R$ 700, mais R$ 20 por quilo de peixe apreendido.

O que é permitido
Apenas a pesca de subsistência, desembarcada, e a científica, autorizada pelo Ibama, são liberadas no período de reprodução dos peixes. Espécies exóticas, como a Tilápia, por exemplo, que não é natural das bacias da região e foi reintroduzida, podem ser capturadas.

Cheia do Piracicaba permitiu a migração de peixes para a Piracema (Foto: Reprodução/EPTV)Cheia do Piracicaba permitiu a migração 'adiantada' de peixes para reprodução (Foto: Reprodução/EPTV)

Piracema 'adiantada'
As chuvas que atingiram a região em agosto e setembro e as temperaturas altas registradas no inverno anteciparam a migração dos peixes pelo Rio Piracicaba para desova. A informação é do pesquisador da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (Apta) Fábio Sussel.

Em 5 de outubro, reportagem da EPTV, afiliada da Rede Globo, mostrou peixes "subindo" o Piracicaba para fazer a reprodução fora do período previsto para a piracema. O pesquisador informou que a alta vazão dos rios e o “inverno quente” causaram o fenômeno antes da hora.


Category: Other

Similar articles: